Superstar DJs

Superstar DJs

“Hey girls, hey boys, Superstar DJs here we go!”. Assim começa a música “Hey boy hey girl” da dupla de música eletrônica Chemical Brothers, um grande sucesso de 1999 quando a dance music agonizava depois do “boom” da Euro Dance, como escrevi no Som dos Anos 80 e 90.

Mas os anos 2000 começaram com Kylie Minogue fazendo muito sucesso com a música “Can’t get you out of my head” e o Daft Punk colocou “One more time” no topo das paradas de sucesso do mundo todo.

A dance music respirava e dava sinais de que ainda poderia sobreviver. No mesmo ano, Tiesto lançou seu primeiro álbum solo e foi eleito o número 1 do mundo (permanecendo no topo por mais três anos consecutivos).

Em 2002, Fatboy Slim reuniu 250 mil pessoas na praia de Brighton, na Inglaterra e gravou um CD que depois virou o DVD Big Beach Boutique II.

Depois foi a vez de Tiesto se apresentar ao vivo para uma multidão na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Atenas.

Os novos Superstars da música

Os DJs passaram a produzir suas próprias músicas e reuniam cada vez mais fãs em suas apresentações.

Surgiam os novos superstars e ídolos da música pop! Confirmando essa tendência, em 2005 surgiu um novo nome no topo das paradas de sucesso da Europa.

Era o DJ francês David Guetta, que estourou “The world is mine”. Não demorou e outro francês colocou todo mundo para dançar com um dos maiores sucessos da década, era Bob Sinclar com “Love generation”.

Com uma levada de violão contagiante, assobios e um refrão “chiclete”, a música foi escolhida pela FIFA para ser tema oficial da Copa do Mundo de 2006.

David Guetta #1

Em 2007, David Guetta foi eleito o 5º entre os DJS mais populares e virou o mais bem pago do mundo, indicando que era questão de tempo para virar o número 1 do mundo.

Andre-Werneck-Superstar-DJs-David-Guetta

O sucesso chegou de verdade em 2009, depois de produzir o mega hit “I gotta feeling” para o grupo Black Eyed Peas e do lançamento de seu novo álbum, recheado de sucessos como “When love takes over, com a participação de Kelly Rowland do grupo Destiny’s Child e “Sexy bitch”, com Akon.

O álbum foi indicado ao Grammy Awards em duas categorias e “When love takes over” levou um troféu.

David Guetta acabou se consagrando como o DJ mais popular do mundo e vendeu 3 milhões de álbuns e 15 milhões de singles.

Swedish House Mafia

Ainda em 2009, um grupo formado por três DJs começava a escrever seu nome na história da dance music: Axwell, Steve Angello e Sebastian Ingrosso.

Na verdade, esse trio era um quarteto porque Eric Prydz foi anunciado como o quarto nome do Swedish House Mafia mas  tinha medo de voar de avião e acabou não decolando com o projeto.

Em menos de um ano eles já haviam emplacado dois grandes hits: “One”, com vocal de Pharrell Williams e “Miami 2 Ibiza”.

Em 2010, o grande nome da cena eletrônica era Armin Van Buuren, especialista em Trance e 4 vezes eleito o melhor DJ do mundo (2007, 2008, 2009 e 2010).

Em 2011 David Guetta assumiu a primeira posição mas no ano seguinte Armin Van Buuren deu o troco e reassumiu a liderança pela quinta vez em 6 anos.

2011, um ano emblemático

Os hits das pistas bombavam cada vez mais na programação das rádios e 2011 acabou sendo um dos anos mais importantes para a história da dance music.

David Guetta lançou seu quinto álbum, reunindo grandes astros e estrelas da música e uma cantora desconhecida chamada Sia Furler.

A quinta música de trabalho foi “Titanium”, com vocal de Sia, lançada em 09 de dezembro de 2011, que virou um dos maiores sucessos da carreira de David Guetta.

Rapidamente o álbum foi relançado com seis novas faixas, incluindo “She Wolf”, mais uma vez com vocal da australiana Sia.

Outro mega sucesso do ano nas pistas foi “Save the world”, do Swedish House Mafia.

Ainda em 2011, Rihanna partiu em turnê e convidou um DJ abrir seus shows e esquentar o público. Começava assim história de Calvin Harris. Ele escreveu e produziu a música “We found love” que conquistou 4 Discos de Platina nos Estados Unidos. 2012 foi o ano do Swedish House Mafia!

No início do ano eles lançaram o mega sucesso “Don’t you worry chid” e meses depois surgiram rumores de que o trio estaria acabando.

A confirmação aconteceu no dia 24 de março de 2013, no Ultra Music Festival, em Miami.

Surgia Avicii

Enquanto um artista sumia, outra estrela surgia.

 

Andre-Werneck-Superstar-DJs-AviciiO DJ sueco Avicii já fazia muito sucesso nas pistas até que a música “Sunshine”, produzida em parceria com David Guetta, foi indicada ao Grammy.

Ele já ocupava a terceira posição no Top 100 da DJ Mag, quando foi indicado mais uma vez para o Grammy pelo enorme sucesso que a música “Levels” fazia nas pistas.

A essa altura, Avicii já era apontado como o próximo número 1 entre os maiores DJs do planeta.

Depois ele a produziu a música “I could be the one” com Nicky Romero e começou a lançar um hit atrás do outro: “Wake me up”, Hey brother”, “Addicted to you”, “Waiting for love”, “For a better day”, etc.

 

2013, o ano de Calvin Harris

Mas 2013 acabou sendo um ano mais do que especial para Calvin Harris.

Depois de explodir vários mega hits do álbum 18 Months, como “Feel so close”, “We’ll be coming back”, “I need your love”, com Ellie Goulding e “Sweet nothing”, com Florence Welch, vocalista do Florence & the Machine, ele se tornou o DJ mais bem pago do mundo.

Andre-Werneck-Superstar-DJs-Calvin-Harris

Em março de 2014, Calvin Harris lançava sua nova música, “Summer”. A música era o carro chefe de seu novo álbum de estúdio, Motion.

Em seguida, lançou “Blame”, com vocal de John Newman e na sequência veio “Outside”, mais uma vez em parceria com Ellie Goulding.

Em 2015, Calvin Harris continuava no topo das paradas e pegou carona no sucesso do Deep House para lançar “How deep is your love”, que foi Top 10 em mais de 20 países do mundo.

Tomorrowland

Aqui no Brasil o grande acontecimento do ano foi a chegada do Tomorrowland, o maior festival de música eletrônica do mundo.

A primeira edição do festival aconteceu em 2005, na Bélgica e reuniu dez mil pessoas. Em 2014 aconteceu a 10ª edição do Tomorrowland que foi realizada em dois finais de semana, com 400 mil ingressos vendidos em apenas cinco minutos.

Andre-Werneck-Superstar-DJs-Tomorrowland

O festival reúne os maiores DJs do mundo, entre eles David Guetta, Avicii, Steve Aoki, Hardwell, Afrojack, Martin Garrix, Eric Prydz e Skrillex.

Um dos maiores hits do Tomorrowland é “Tremor”, da dupla Dimitri Vegas e Like Mike, lançado em 2014.

A invasão da Deep House

A batida cada vez mais pesada da música eletrônica continuava atraindo cada vez mais fãs para os festivais enquanto o som das boates e clubs começou a mudar, ficando mais lento e com melodias mais bonitas.

A música estava ficando diferente. Na virada e 2014 para 2015 a Deep House dominou definitivamente as pistas de dança e lançou uma nova geração de artistas na cena eletrônica: Robin Schulz, Mr. Probz, Felix Jaehn, Kygo, Disclosure, Kiesza, Lost Frequencies, Major Lazer, DJ Snake, Lilly Wood, Clean Bandit e Duke Dumont.

Você pode conferir esse som em diversos episódios do meu Podcast.  >>>>> CLIQUE AQUI PARA OUVIR <<<<<

Agora é hora de baixar e ouvir os mega hits dos maiores DJs do mundo!

Aumenta o volume!

Deixe o seu pensamento